quarta-feira, 28 de junho de 2017

[Resenha] Execução - Fuga de Furnace #5


Ficha Técnica:

Livro: Execução
Serie: Fuga de Furnace
Volume: #5
Paginas:
Ano: 2017
Autor: Alexander Gordon Smith
Editora: Benvira




  Alex Swaer viveu dentro de um pesadelo quando foi colocado na penitenciaria de Furnace, ele teve que se apoiar em seus amigos para criar forças e não perder as esperanças de um dia se ver livre dos horrores de lá.

  Bom, depois de varias tentativas, ele, e Simon conseguiram fugir, mas isso não significou que o pesadelo deles tinha acabado... Junto deles, os monstros (Vikins) criados pelo diretor, também “fugiram” e acabaram colocando a cidade e tudo a sua volta em estado de emergia (traduzindo, em um completo caos).

  Nesse volume temos a continuação da guerra que se alastrou pela cidade, que agora está em todo o país e com ameaça de ir para outros países... Só que para os nossos protagonistas, esse nem foi seu único problema.

  Para conter essa invasão de monstros (Vikings, Ternos-Pretos, Ratos...), as forças armadas foram convocadas, embora não signifique que estejam com vantagem, porque não estão. Mas sua comandante vai procurar algumas soluções bem bizarras para igualar isso.

  Nessa encruzilhada, Alex tem difíceis escolhas a fazer, começando pelo o que o ainda deixa humano, seus amigos. , por ter seu sangue imune ao “néctar” de Furnace, se tornou um alvo do exercito para experimentos... Isso por si só já seria algo bem chato de se ter na sua cola, acrescente os monstros tentando te matar e temos a trama desse volume.

  É claro, não esqueci de Alfredo Furnace. Ele aparece sim, mas não do jeito que você espera. Alex vai ficar cara a cara com ele e descobrir sua historia, como ele se tornou quem é, porque quer dominar o mundo com suas aberrações e seus planos para o futuro...

  Confesso que foi uma explicação meio sem sentido para algo tão grande que foi especulado ao longo da serie, o que me deixou bem frustrado. É claro, que não é algo previsível, mas também não que agrade muito aos fãs.

  “No começo desse livro, ainda tive um certo receio de o final da historia não ser completo, ou ficar com pontas soltas para novos volumes. Isso acabou não acontecendo, mesmo tendo deixado a desejar um pouco sobre o rumo que o final levou para alguns personagens, mesmo Furnace que poderia ter sido mais bem explorado depois de quatro volumes de puro mistério sobre sua origem, que foi bem sem noção. Do mais, gostei de como tudo se encaixou, tudo certinho, mas as reviravoltas com Alex foram tristes.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa