quinta-feira, 16 de março de 2017

[Resenha] Sob Um Milhão de Estrelas - Chris Melo

 

Ficha técnica:


Livro: Sob Um Milhão de Estrelas

Paginas:
Ano: 2017
Autora: Chris Melo
Editora: Rocco
Selo: Fabrica 231



  Alma é uma mulher que saber o que quer da vida, ou pelo menos sabia. Ela é uma médica muito boa na sua profissão (cirurgiã) , mas após atender uma paciente em estado grave, que infelizmente não resistiu e morreu nas suas mãos - literalmente -, ela acabou tendo um pouco de depressão, afinal, a paciente era irmã do seu noivo Fernando...

  Para esfriar a cabeça, ela resolveu ir passar um tempo no interior de São Paulo, onde sua mãe morou na infância, mas que não teve lá muitas recordações boas, e por isso, essa é a primeira vez que Alma vai lá. O motivo pode ser um, só que a viajem se deu pela morte da avó que ela nunca conheceu, mas que deixou tudo no testamento para ela - e seu pai, mas ninguém sabe dele...

   Nessa cidadezinha também mora Carlos Eduardo (Cadu), um jovem professor e dono de um bar, que também foi morar lá para esquecer seus problemas, um pouquinho maiores, se você levar em conta a humilhação que ele passou. Calma, vou explicar melhor.

  A ex-namorada de Cadu, o largou para ficar com um ator famoso de Hollywood, obviamente o romance dos dois está estampado em todas as capas de revistas e televisões, e ele era obrigado a ver isso o tempo todo, assim ele decidiu simplesmente fugir e procurar abrigo no interior, o que deu certo, bom, até ele conhecer Alma...

  Os dois tem uma conexão especial, entende? Desde que eles se conheceram você percebe que os dois estão destinados a ficarem juntos, mas também tem um passado que os persegue, isso sem falar que diferente de Cadu, Alma ainda tem uma vida na cidade grande, e não está nos seus planos se mudar para o interior.

  Bom, mas no período que ela passar na casa da sua avó, ela vai acabar conhecendo um pouco da cidade, das pessoas que poderiam ter feita parte da sua vida, inclusive do clã, um grupo de mulheres que são amigas por gerações, e também serão dela.  Mas o ponto principal é Alma se conectando com a cidade, sua vó por meio de cartas que ela trocava com o seu pai, e começando algo com Cadu.

   "A historia é um daqueles clichês que tanto adoramos, mas que no final nos surpreende de varias maneiras, boas e ruins. O romance de Cadu e Alma é algo tão bonito que não sei bem como explicar para vocês, só lendo para saber. Os personagens secundários ganham algum destaque conforme a trama precisa de um novo rumo a ser seguido, e o final? Bom, não estava preparado para ele..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa