segunda-feira, 20 de abril de 2015

Resenha: Champion



Livro: Champion: Do Caos e da Lenda Surgirá um Campeão
Serie: Legend #3
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco Jovens Leitores
Paginas: 300
Este livro foi enviado como cortesia para resenha

"A distancia, as aeronaves das Colônias miram o hospital. Vidros quebram ao nosso redor. Sinto o calor do fogo. A flor de papel de Éden está no chão, e suas beiras queimam como o fogo."

  Em Prodigy, tivemos muitos acontecimentos que mudaram bastante a Republica, o maior deles foi Adem, assumindo o governo, e com promessas de fazer a Republica um lugar melhor para todos, e ele não ficou só nas promessas, porque logo no começo desse livro já está acontecendo um tratado de paz com as Colônias, mas o livro anterior não nos deixou apenas com noticias boas, mas uma ruim, que Day, foi diagnosticado com uma doença no cérebro e tem poucos meses de vida.

  Já deu para perceber que o livro anterior foi bem agitado, mas esse promete ser mais ainda. Day, está morando em São Francisco, com Éden, procurando um tratamento para sua doença, mas que não está conseguindo grandes melhoras, e com isso ele cortou seus laços com June, para ela não sofrer mais do que já sofreu na sua vida.

  June, agora está disputando o cargo de Primeiro Cidadão, com mais duas pessoas, esse cargo é basicamente o da segunda pessoa mais poderosa na Republica, mas embora sua vida esteja muito bem, para os olhos de todos, ela ainda continua sofrendo por causa de Day, que alias, nem contou a ela que estava doente, apenas sumiu da vida dela.

  Tess, como os patriotas, sumiram do mapa, ninguém teve noticias deles depois do incidente da morte do Primeiro Eleitor, que por sinal não deu certo.

  Mas tudo parecia está bem, digamos assim na Republica, com o seu tratado de aliança com as Colônias, só poderíamos esperar coisas boas para o futuro do pais, mas isso tudo é abalado quando algumas pessoas das Colônias, aparecem com os sintomas da “praga”, e o único culpado lógico seria a Republica.

  "Eleitor...  O senhor é o líder da Republica da América. Tem poder absoluto sobre o pais inteiro. Entretanto, aqui está, refém das sugestões de uma pessoa que já tentou mata-lo!"

  Com esse caso da “praga”, o tratado está por um fio de acabar, mas as Colônias, afirmam que se derem para eles o antídoto eles não irão fazer nada, mas caso contrario eles de clarão guerra, mas o problema na historia é que  a Republica não criou esse vírus, então não tem como ter a cura, mas tendo apenas uma pequena possibilidade de Éden, o irmão de Day, ter a cura no seu sangue, mas resta saber se Day, concordará em deixar seu irmão voltar para os laboratórios da Republica.


  “Esse livro com certeza foi o melhor da trilogia, não consegui para de ler até chegar na última pagina, serio, vocês não tem ideia de quanto é emocionante e também viciante, mas o melhor fica com a guerra entre a Republica e as Colônias, e essa será a última, que decidirá quem irá governar o pais por completo definitivamente, e já vou avisando que o final desse livro é muito pior que o anterior, e eu terminei de ler, e fiquei parado pensando ‘então é isso? Acabou e, como ficou a relação deles? Não vai ter continuação?’, poderia citar mais algumas perguntar, mas seria muito spoiler, então termino por aqui.”

Um comentário:

  1. Que livro esse realmente deixa qualquer um na vontade de ler, tipica história que prende o leitor ate o final do livro. gostei da indicação.

    http://armazemdochef.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 renata massa